segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A special guy - capítulo 01


        Era um tal de "ano novo", pelo que ouvi mamãe dizer, esse era o nome de toda aquela festa, comidas e bebidas, as pessoas reunidas e os fogos. Não entendia aquilo, mas como esperar que uma criança entenda?
        Sorri entrando debaixo da mesa e me juntei à Justin sentando de pernas cruzadas. Costumava ser nosso esconderijo secreto. Minutos depois ouvimos os fogos cortarem os céus. 
Justin: Feche os olhos, Melanie.
Eu: O que vai fazer?
Justin: Apenas feche. 
       E assim eu fiz. Logo senti seus lábios nos meus, ficamos assim alguns segundos e me afastei. 
Justin: Isso é um beijo - ele disse sorrindo.
Eu: Não sei bem o que é, mas é legal.
Justin: Posso te contar uma coisa? - Assenti - Mas não fale pra ninguém. Eu te amo...
Eu: O que significa?
Justin: Não sei. Papai diz que é um sentimento bom, e eu me sinto bem com você. 
Eu: Então eu também te amo. 
      Sorrimos e o silêncio reinou alguns minutos. 
Justin: Feliz ano novo, Melanie.
Eu: Feliz ano novo, Justin. 
     11 anos depois
     Soltei um sorriso em meio às lágrimas me lembrando dessa cena. Uma das mais importantes da minha vida. Era tão pequena, tão inocente. Tinha 6 e ele 7. Mal sabia o que era beijar, a grandeza do "eu te amo" - e mesmo assim não menti quando disse que também o amava -, mal sabia que ele seria tirado de mim no mesmo ano, que era nosso último ano novo juntos. 
    Estávamos felizes no Canadá, mas Pattie quis se mudar quando foi demitida, por questão de melhores oportunidades e coisas assim. Foram pra Los Angeles, e desde então nunca mais o vi. Quando tinha 12 anos também fomos, mas a cidade é grande e àquele ponto já não tínhamos mais nenhum tipo de contato, também nunca tive a sorte de encontrá-lo por acaso. 
    Muitas coisas mudaram.
    Pausei a música, sai no corredor e gritei que não jantaria. Fuçei na minha gaveta, peguei um livro qualquer e comecei a ler. Fiquei lendo até uma da madrugada, depois de guardado, desci e peguei um copo de leite. Todos já estavam dormindo. Tomei o leite, subi, escovei os dentes e me aproximei da janela. Sempre antes de dormir ou quando desviava minha atenção do mundo "real" meus pensamentos encontravam Justin. Era sempre ele. Ele me fazia me sentir melhor, de bem com a vida, feliz...E foi tirado de mim cedo demais pra uma criança entender. Até hoje não entendo. E me pergunto se ele pensa em mim como eu penso nele, ou pelo menos se lembra que eu existo. Me deitei e acabei dormindo, com o coração gritando de saudade. 
   Ouvi o despertador tocar e tive vontade de tacá-lo na parede, assim como todos os dias. Fiz minha higiene, coloquei uma calça jeans e a camiseta de uniforme. Arrumei o cabelo num rabo de cavalo e passei lápis bem fraco. Desci pra tomar café e encontrei Nate na cozinha. 
Eu: Cadê a mãe e o pai?
Nate: Eles sairam mais cedo. E bom dia pra você também. 
Eu: Bom dia - disse revirando os olhos. 
Nate: Vou indo, já estou atrasado. Feche a casa toda pra sair. 
Eu: Tanto faz...Isso não muda merda nenhuma. - sussurei pra mim mesma depois que ele saiu. 
   Tomei meu típico suco de laranja, escovei os dentes, fechei a casa, peguei a bolsa e sai. Fui o caminho todo pedindo que aquele dia fosse diferente, que fosse bom, como raramente meus dias são. Mas meus pedidos não foram atendidos mais uma vez. Logo de cara vi Tiffany e Thomas se beijando, aquilo bastou 
pra acabar com meu dia. 



Oi, primeiro capítulo dessa ib, por favor me digam o que acharam. Respondendo à pergunta no post da sinopse, essa é outra imagine que será postada no blog, e a Bianca continuará postando a Just a Dream. É isso, comentem, é importante. Beijos.

6 comentários:

  1. Essa IB promete!!! Espero que seja boa ^^. 1°leitora

    ResponderExcluir
  2. AMEIIIIIIII NOSSA ESSE PRIMEIRO CAPITULO FOI DEMAISSSS
    JÁ SEI Q VAI SER BOA HAHAHHA
    CONTINUA AMOR
    BJSSSSSS

    ResponderExcluir
  3. OMB,PERFEITO CARA,QUE ISSO U_U CONTINUA

    ResponderExcluir