sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Hate You - Capítulo 11.


 Dito e feito. Eles dormiram. Me joguei no sofá e acabei cochilando, acordei com alguém tocando a campainha.
Eu: Anda Justin, acorda vai. – disse o empurrando.
  Ele levanta e vai levar as crianças pro Kenny, vendo minha situação vou pro banheiro, tomo um banho rápido e coloco uma roupa pra ficar em casa. Saio do banheiro, Justin estava deitado em minha cama de barriga pra cima.
Eu: E agora ? O que fazemos ? – perguntei me sentando ao seu lado.
Bieber: Tenho várias sugestões – ele disse maliciosamente mordendo o lábio.
Eu: Nem vem que eu tô cansada.
Bieber: Ok. Mas hoje você não me escapa.
Eu: O que fazemos agora ?
Bieber: Hm. Tem karaokê ?
Eu: Ahaam.
  Ele foi andando pra sala e eu o acompanhei. Começou a cantar e a zuar tudo quanto era música e depois me fez fazer o mesmo. Depois pedimos spaghetti à bolonhesa pro serviço do hotel, não estava muito bom, mal cozido, mas deu pra rir da cara do Justin toda vermelha do molho. Em seguida, fomos “assistir” filme, ficamos conversando e rindo que nem dois idiotas de tudo que os atores falavam, sem contar a guerra de pipoca. Depois fomos pro not fuçar na internet, ficamos uma meia hora ali e o tédio dominou.
Eu: E agora ?
Bieber: Que tal fazermos o prédio tremer ? – ele perguntou molhando os lábios.
Eu: Melhor, tsunami.
Bieber: Não seria terremoto ? – ele perguntou rindo.
Eu: Tanto faz Justin.
  Ele veio por cima de mim e me deitou bruscamente na cama, beijou todo meu corpo e em questão de segundos estávamos apenas de roupas íntimas. Fiquei por cima, beijei seu corpo até chegar em seu membro, dei leves beijos o deixando mais excitado, tirei sua cueca com o dente e com ajuda dele. Justin ficou novamente em cima, tirou minha calçinha e senti sua língua passando pela “região”. Ele deu leves mordidas e subiu. Chupou e apertou meu seio, fiz um movimento rápido tomando conta da situação novamente, ele segurava e apertava minha bunda pressionando ainda mais meu corpo contra o seu. Sinto seus dedos passando devagar e cuidadosamente pelo meu clitóris, aquilo foi a gota d’água. Desço até seu amigo que já estava ereto, sem hesitar, levo-o até minha boca, exploro cada milímetro dele com minha língua, fico brincando mais um pouquinho e subo. Me sentei encostada na cabeceira da cama, Justin se sentou à minha frente deixando nossos companheiros frente à frente. Nos encaixamos, ficamos assim, sentindo aquele prazer indescritível, logo sinto seu gozo dentro de mim, eu arranhava suas costas e ambos de nós gemíamos. Estávamos com a respiração ofegante. O prazer foi aumentando e com ele a velocidade e a profundidade.
  Cansamos, nos desencaixamos e deitamos feito conchinha. Até que ele chega a boca perto do meu ouvido, e diz:
Bieber: Eu te amo.
  Só fingi que não ouvi, ou talvez tenha tido alucinação, algo do tipo. Ou será que ele disse mesmo que me amava ? Sem um “porque” aquilo estava me importunando, não conseguia pensar em outra coisa.
Eu: Vou tomar banho.
  Me levantei e fui pro banheiro. A água morna batia em minha costa me deixando mais leve, me rejuvenescendo. Sai do banheiro, me troquei e fui pra sala.
Bieber: Tomei banho na ducha, se importa ?
Eu: Ah, não.
  A campainha toca, vou abrir e era Thaís. Bitch. Como ela descobriu minha casa ?
Thaís: O Justin tá aqui ?
Eu: Tá – disse com a cara fechada.
  Chamei o Bieber e fui pro quarto. Sentei na cama e automaticamente uma lágrima se forma em meus olhos. Droga ! Para com isso, Beatriz ! Tá que eles são “só” primos, mas algo me diz que isso não vai terminar assim. E ainda vou me ferrar muito nessa história, sei disso. É sempre do mesmo jeito.
  Justin volta, me levanto rapidamente e limpo a quase lágrima.
Bieber: Por favor, me escuta. – Ele disse vindo até mim – Ela só ... – o interrompi.
Eu: Tudo bem. Não precisa explicar nada. Eu entendo, são da mesma família, tem muitas coisas em comum.
Bieber: Só não quero que pense ... – o interrompi novamente.
Eu: Fica tranqüilo. Eu não penso mais nada.
Bieber: Não tá tudo bem. Eu te conheço. O que houve ?
Eu: Já disse que não é nada.
Bieber: Para de mentir pra mim. Sei que não está. Só não quero te ver assim.
Eu: Sério, tá tudo bem. – disse e sorri, mas no fundo, sabia que era um sorriso falso.
Bieber: Tá, não vou mais insistir. Vamos arrumar a bagunça ?
Eu: Ok.
  Começamos pela sala, cozinha, os dois quartos, os três banheiros. Já era 9 horas, humor: exausta e estressada.
Eu: Justin, sinto muito, mas você tem que ir.
Bieber: Nossa. Ama a minha presença, não é ?
Eu: Eu só quero ficar sozinha.
Bieber: Tá tudo bem mesmo ?
Eu: TÁ, TÁ. Eu já disse, depois a gente se fala.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~>
Awwwn, ele disse que a ama *O* Acham que foi sincero, ou ele está apenas “brincando” ? Estou adorando os comentários, fico feliz de coração. Obrigada amores J Continua com 3 comentários.  

5 comentários:

  1. Aiin, first monstrinha bonitinha, tô tão empolgada com tudo isso voce percebeu né? xD, te lovee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felisbina :) KKKKKKKKKKK24 de fevereiro de 2012 17:36

      aaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, que perfeito :cccccccccc
      sério :c
      continua, filó, i need you imagine belieber KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKk n

      Excluir
  2. 3 comentários, agora vc pode postar *dança* perfeito

    ResponderExcluir
  3. ooi.. segue meu blog por favor?

    http://ourthoughtsnp.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. gente e esse jus nada safado?! kkkkkkkk tá perfeita a Ib :D Bjokas @JBieberMinhaVid

    ResponderExcluir